Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

More Awesome

Vem conhecer-me.

Vem conhecer-me.

Talvez sejam apenas desabafos de adolescente de 17 anos.

Tem sido complicado.

Complicado correr contra o tempo. O tempo para estudar, para ser presidente, para ser namorada, amiga, prima, irmã, sobrinha, neta, filha, dançarina . 

Falta de espaço na minha agenda diária mr.Wonderful. Todos os dias é uma correria entre todas estas profissões naturais ou esforçadas. Esforçei-me imenso para ser presidente da associação de estudantes e acho que temos um projeto muito interessante. No entanto, às vezes questiono-me se é concretizável ao mesmo tempo que quero ter boas notas e que quero ser boa namorada, amiga, prima, sobrinha, neta, filha e dançarina.

Temos de fazer opções todos mo dizem. No entanto, sou a favor da tese de que o ser humano é capaz de tudo e nada melhor que o meu último ano no ensino secundário para provar isso. Este ano é de facto a minha preparação para a minha próxima etapa. Organiação, Abdicação, Dedicação, Esforço. São as palavras do meu dicionário neste momento.

Esforço-me até para adormecer, até para acordar. Esforço-me por estar lá para os meus e para não os desiludir. Ainda assim, devo uma "não-desilusão" aos que elegeram a minha lista. Aos que me deram este cargo tão bom e tão trabalhoso. Revivar a escola. É esse o meu cargo. Mais do que presidente.

Viver a minha relationship-goals ao lado da pessoa que todos os dias me ajuda a fazer o esforço. Aquela pessoa que talvez devia compensar mais, mas muitas vezes não sei como. Aquela pessoa que amo incondicionávelmente e a quem agradeço imenso tudo.

Dançar até já não conseguir ouvir mais músicas de cha-cha-cha ou de samba ou de jive ou de rumba. O desporto que até hoje me está a dar mais gosto fazer por não só ter sempre comigo quem me faz feliz como também por ser algo divertido e me fazer sentir única mesmo tendo os mesmos passos do que a minha colega do lado.

Sair e divertir-me com os meus amigos como "high school musical". Ir andar de carrinho de golfe no verão ou apenas cantar no meio da escola só porque alguma loira lá da escola tem o melhor cacifo e se acha fabulosa. Divertir-me e criar memórias para todos e em especial, para mim.

Conseguir as notas de sonho e entrar naquela faculdade de direito com tudo e sair de lá com ainda mais, espero que com o diploma pelo menos. Chegar a casa e tê-lo lá. Aí está a chave. Ser independente. Aprender a conseguir ter uma vida minha. Sem que ninguém me diga como vivê-la ou como não a viver.

Talvez sejam apenas desabafos de adolescente de 17 anos. Talvez seja apenas a falar.

Talvez seja isso.

Carolina.PNG

 

1 comentário

Comentar post